O que você tem nas mãos?


Aí Moisés respondeu a Deus, o Senhor: — Mas os israelitas não vão acreditar em mim, nem vão dar atenção ao que eu falar e vão dizer que o Senhor não me apareceu. 2 Então o Senhor perguntou: — O que é isso que você tem na mão? — Um bastão — respondeu Moisés. Êxodo 4:1,2.

A história sobre o chamado de Moisés começa em Êxodo 3 na visão da sarça ardente. Deus apresenta o seu plano a Moisés para tirar o povo hebreu da escravidão do Egito, Êxodo 3:7-10.

  • Moisés não recebe com entusiasmo o convite de Deus e apresenta algumas desculpas a fim de se livrar do chamado. O Senhor lhe respondeu em Êxodo 3:12 – Eu estarei com você. Quando você tirar do Egito o meu povo, vocês vão me adorar neste monte, e isso será uma prova de que eu o enviei.
  • Moisés se mostra cético diante da resposta de Deus para falar ao povo. Ele não conhecia a Deus tão bem quanto os Patriarcas Abraão, Isaque e Jacó e tem o mesmo pensamento a respeito do povo. Êxodo 3:13-15.
  • Pela terceira vez Moisés pergunta para Deus, quem sabe ainda tentando se esquivar do chamado. Êxodo 4:1. Então Deus lhe responde com outra pergunta. Esta é a pergunta que todo aquele que é chamado segundo os propósitos de Deus deve responder. Êxodo 4:2. Parafraseando o texto: O que é que você tem que é seu e que posso usar em teu benefício e do povo?

Por que Deus fez essa pergunta a Moisés? O que Ele quis ensinar a Moises com esta pergunta?

  • Em primeiro lugar, a pergunta que Deus fez para Moisés não tinha por finalidade rejeitá-lo ou mostrar-lhe o quanto estava fraco em sua fé.
  • Em segundo lugar, a finalidade da pergunta é mostrar para Moisés que ele não era incapaz, que ele tinha algo importante que Deus poderia usar em seu benefício e do povo.
  • Em terceiro lugar, através dessa pergunta Deus estava dizendo para Moisés que tinha algo novo para ele.
  • A exemplo de Moisés, Deus quer que nos livremos de hábitos adquiridos em períodos no deserto da aflição e tribulação que nos paralisam; pensamentos que sufocam o chamado de Deus em nossas vidas.

Assista a mensagem deste sermão. Aproveite para curtir, comentar, compartilhar e se inscreva em nosso Canal.

I – O QUE O BASTÃO DE MOISÉS REPRESENTA?

  • O bastão, (vara, cajado) era um instrumento usado para se apoiar.
  • O bastão também poderia ser usado como haste de uma lança ou arma similar para defesa pessoal ou caça.
  • O bastão em algumas situações era usado pelos chefes tribais como símbolo de liderança e autoridade, considerado um bem pessoal valioso.
  • Nessa passagem específica o bastão de Moisés era usado como cajado de pastor para liderar, dominar, guiar e ajudar o rebanho de ovelhas.  

O que você tem na mão? Deus perguntou a Moisés quando ele estava no deserto cuidando de suas ovelhas.

  • Moises estava com 80 anos, aparentemente estava mais longe do que nunca de alcançar seu objetivo. Ouça esta verdade: O fator idade não pode ser preponderante a fim de impedir a realização de um propósito divino na vida de quem é chamado.
  • No deserto Moisés se tornou apenas um pastor de ovelhas, quando poderia ter sido um faraó do Egito! Que perspectiva de derrota! Em vez de um cetro de ouro, ele tinha uma haste de madeira.
  • Mas, a verdade é que Deus estava treinando Moisés no deserto para torná-lo líder do seu povo e guiá-los para a Terra prometida.

A vara é a única coisa que Moisés tinha como sua posse, que lhe oferecia algum tipo de suporte e segurança.

  • Depois de sair do Egito, Moisés passa a viver sob a dependência de seu sogro Jetro. Tudo que ele tinha era um bastão, um símbolo, como pastor de ovelhas. A sua queixa era contra ele próprio: Quem sou eu para falar com Faraó? Eu falo com o povo em nome de quem? Eles não vão acreditar em mim; não sou eloquente; envia outro em meu lugar.
  • Deus estava lhe pedindo a única coisa que possuía, que era seu de fato. Deus lhe diz para jogar o bastão no chão. Talvez se fosse outra pessoa, teria pensado: como posso me livrar da única coisa que tenho por um chamado? Moisés nem pensa, apenas obedece, ele joga seu bastão no chão, só isso.
  • A mão que segurava um cetro no Egito, agora segura um simples cajado. É bom lembrar que a saída de Moisés não foi espontânea. Ele saiu fugido do Egito.

Ao perguntar para Moisés o que ele tinha na mão, Deus ouve Moisés expressar sobre o que pensava de si mesmo. Além da idade bem avançada, Moisés estava marcado pelos desgastes de um trabalho braçal, com mãos calejadas, rosto queimado pelo sol escaldante do deserto e muito cansaço físico. A aparência de um jovem príncipe já não existia.

  • Diante de Deus Moisés se mostrou inseguro, com baixa estima, não tinha mais as mesmas aspirações nem para si nem para seu povo.
  • Deus quis que Moisés se sentisse útil, necessário, acolhido e importante. Antes de Moisés apresentar suas desculpas, Deus lhe mostrou o propósito da missão e lhe fez o convite. Deus não o deixou enganado sobre o propósito. Êxodo 3:10.

O passo seguinte foi restaurar a confiança de Moisés em relação ao poder de Deus. Essa é razão da pergunta: — O que é isso que você tem na mão? Qualquer coisa que entregamos a Deus pode ser transformada em um poderoso instrumento. Um simples bastão, nas mãos de Moisés teve mais poder do que o cetro nas mãos de faraó.

As dificuldades da vida fragilizam tanto a ponto de sua recuperação depender de um milagre. Deus então operou alguns milagres para que Moisés recuperasse a confiança em si e em Deus. Pediu que ele pegasse uma serpente pela cauda e respondeu acerca das desculpas de Moisés.

  • Moisés: os israelitas não vão acreditar em mim (4:1). Deus: Farei muitos milagres para que acreditem em você (4:4-9).
  • Moisés: Não sou eloquente – quando começo a falar, eu sempre me atrapalho (4:10). Deus: Quem dá a boca ao ser humano? … Agora vá, pois eu o ajudarei a falar e lhe direi o que deve dizer. (4:11,12).
  • Moisés: Por favor, manda outra pessoa. (4:13). Deus não gostou e explicou que não aceitava mais nenhuma desculpa – Arão falará ao povo em seu lugar (4:14-17).

Moisés não tinha em mãos uma coisa de valor. Era só uma vara quebrada de um arbusto qualquer, um cajado sem nenhum valor sentimental, histórico ou comercial. O importante é saber que o bastão era a única coisa que Moisés tinha naquela hora. Êxodo 4:17 – Leve este bastão porque é com ele que você vai fazer os milagres.

Não importa a idade, o vigor físico ou posição social. Só é necessário que você confie em Deus e aceite Suas orientações para que um milagre aconteça em sua vida. Talvez você ache que não tenha muito a oferecer. Lembre-se de que Moisés só tinha um cajado, e Deus foi capaz de fazer coisas maravilhosas com ele. Se colocarmos Deus em primeiro lugar, com certeza Ele fará grandes coisas por nós.

Logo Independencia com Cristo OFICIAL

Contribua para este Ministério

R$ 100,00

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: