A fé de Abraão


Algum tempo depois Deus pôs Abraão à prova. Deus o chamou pelo nome, e ele respondeu: — Estou aqui. 2 Então Deus disse: — Pegue agora Isaque, o seu filho, o seu único filho, a quem você tanto ama, e vá até a terra de Moriá. Ali, na montanha que eu lhe mostrar, queime o seu filho como sacrifício. Genesis 22:1-2.

Abrão tinha 75 anos quando Deus o chamou. Ele obedeceu e viajou para Canaã deixando a sua casa e parentes sem saber para onde Deus o levaria. Um dos pontos interessantes na história de Abrão foi que Deus mudou seu nome para Abraão (Genesis 17:4).

  • Abrão –significa “pai elevado”; “pai ilustre”; “grande pai”; “pai excelso”.
  • Abraão – significa “pai de um grande povo”; “pai de uma multidão”.

Durante sua vida, Abraão conviveu com a expectativa de se tornar pai de uma multidão. Foram 25 anos de espera, alimentando-se da promessa feita por Deus até o nascimento de Isaque, que significa, “ele ri”; “riso”; “filho da alegria”.

  • Nesse período, em um momento de desiquilíbrio, Abraão precipitou-se e teve um filho com Agar, sua serva egípcia.
  • Quando Isaque nasceu, a esperança de Abraão foi renovada. Pensemos em sua alegria (Isaque) ao apresentá-lo para as pessoas. Abraão amava muito Isaque e provavelmente dizia – aqui está a minha herança, minha alegria, a promessa de Deus; eu serei pai de uma grande Nação; etc.

Verso 1 – Algum tempo depois Deus pôs Abraão à prova. Deus o chamou pelo nome, e ele respondeu: — Estou aqui. 2 Então Deus disse: — Pegue agora Isaque, o seu filho, o seu único filho, a quem você tanto ama e vá até a terra de Moriá. Ali, na montanha que eu lhe mostrar, queime o seu filho como sacrifício…

Isaque era um filho muito precioso. As esperanças, desejos e afeições de Abraão estavam voltadas para ele. Abraão amava seu filho com todo o seu coração, mas estava disposto a obedecer a Deus e confiar Nele.

Assista a mensagem deste sermão em nosso Canal. Aproveite para comentar, curtir, compartilhar e se inscrever.

A fé de Abraão é um protótipo e modelo de fé autêntica, firme e poderosa:

  • Quando ouviu pela primeira vez a voz de Deus, ele se mostrou capaz de sacrificar seu passado, renunciando a seus parentes, cidade, amigos e bens que amava por Deus.
  • Agora, novamente ele se mostra disposto a sacrificar seu futuro para obedecer a Deus em quem confia. Oferecer Isaque em sacrifício é mais que renunciar a um sonho, uma visão ou um projeto em sua mente;
    • Deus não estava lhe pedindo alguma coisa simples, mas um ser de carne e osso, o seu único filho a quem tanto amava.
    • Portanto, ao obedecer a Deus ofertando seu filho, Abraão estava dando tudo de si.

O que Abraão faz quando Deus lhe pede Isaque?

  1. Ele não comentou com outras pessoas;
  2. Ele não se sentiu pesaroso pelo que Deus lhe pediu;
  3. Ele foi pontual, levantou-se cedo de manhã para cumprir a exigência de Deus.
  4. Ele se mostrou determinado, separou a madeira e tudo que era necessário para o sacrifício;
  5. Ele não deixou que outras pessoas participassem daquele momento, pediu aos empregados que aguardassem, enquanto ele e Isaque subiram ao monte.
  6. Ele preparou o altar para o sacrifício;
  7. Ele se mostrou um homem de muita fé. Sobre isso falaremos a seguir.

Na história de Abraão é possível aprender muitas coisas importantes sobre confiança em Deus e algumas características da fé que devemos desenvolver para sermos abençoados por Deus, como foi Abraão e outros heróis da fé. (Gênesis 22:1-14)

  1. A fé envolve sacrifícios.  Abraão entregou “o seu único filho” e amado (v.2). Estas palavras nos dizem sobre o bem mais importante que Abraão tinha em sua vida. Ele sujeitou a sua vontade, futuro e esperança a Deus, em vez de fazer a sua própria vontade negando Isaque para o sacrifício.
  2. A fé deve ser obediente. A ordem de Deus dizia – Pegue agora Isaque, o seu filho. O verso 3 diz que Abraão “se levantou de madrugada”. Abraão não pensou muito nisso: Deus pediu algo e ele obedeceu.
  3. Note que Abraão não perguntou ao seu filho se ele estaria disposto a se sacrificar em obediência a Deus; não disse o que ia fazer com ele, nem aonde iriam. Abraão obedeceu rapidamente porque sua principal preocupação era obedecer a Deus.
  4. Nada era mais importante para fazer antes de realizar o que Deus estava lhe pedindo. O foco principal que exigiu atenção imediata de Abraão foi o que Deus lhe disse.
  5. Qual tem sido a nossa atitude diante do que Deus nos diz? Uma palavra comum e muito usado no meio corporativo é a procrastinação, que significa: transferir para outro dia ou deixar para depois; adiar, delongar, postergar, protrair.
  6. A fé gera boas expectativas. No verso 5, Abraão disse aos empregados: – Eu e o menino vamos ali adiante para adorar a Deus. Daqui a pouco nós voltamos.” Como você reagiria diante de um desafio tão gigante como esse? Abraão demonstra em suas palavras uma confiança sem limites em Deus.
  7. Quantas vezes reclamamos do que Deus exige ou permite passarmos em nossas vidas? Abraão sabia que a promessa de Deus não seria desfeita. Deus havia prometido uma Nação através de Isaque e seus descendentes. Portanto, Abraão tem uma certeza: Isaque não iria morrer; e se morresse, Deus certamente iria ressuscitá-lo.
  8. A fé envolve trabalho e ação. Abraão deu a sua contribuição e fez a sua parte, verso 6 – “Abraão pegou a lenha para o sacrifício e pôs nos ombros de Isaque. Pegou uma faca e fogo, e os dois foram andando juntos.”
  9. Tem situações ou momentos em que não podemos simplesmente ficar de boa esperando Deus agir. A fé age, não fica esperando que Deus faça tudo. Nós temos a nossa parte para fazer.
  10. A fé não pode ser dúbia (hesitante, vacilante). Abraão fez a sua parte: ele levou Isaque, a lenha, o fogo e o cutelo. Ele sabe que “Deus dará o que for preciso; ele vai arranjar um carneirinho para o sacrifício, meu filho.”
  11. Quando obedecemos a voz de Deus, muitas perguntas que surgem, aparentemente não têm resposta humana. Nem tudo pode ser explicado racionalmente.
  12. Pense em Pedro andando sobre as águas, ele simplesmente sai do barco e vai até o momento em que hesita, talvez por causa da razão que lhe disse – você não pode andar sobre as águas.
  13. Só a fé tem essas respostas; somente a fé pode explicar o sobrenatural.
  14. Você acredita que as promessas de Deus são um fato ou apenas palavras de estímulo?
  15. A fé se revela na persistência: Abraão seguiu o roteiro até o fim. Eu não sei o que passou em sua mente enquanto preparava Isaque para o sacrifício. Deve ter sido um momento de decisão terrível – continuar obedecendo a Deus ou desistir antes do final?
  16. A fé que desiste em um momento difícil não é fé.
  17. Cinco passos decisivos de Abraão nos versos 9 e 10 – “Abraão (1) fez um altar e (2) arrumou a lenha em cima dele. Depois (3) amarrou Isaque e (4) o colocou sobre o altar, em cima da lenha. 10 Em seguida (5) pegou a faca para matá-lo.”
  18. Uma característica da verdadeira fé é que ela pode ser testada, ela é mais preciosa que o ouro purificado pelo fogo. A fé é provada por Deus, no fogo da provação, para provar seu valor.
  19. A fé verdadeira produz vitória certa. A fé de Abraão triunfou, com Isaque sendo devolvido para ele e em seu lugar surgiu um carneiro para o sacrifício. Há recompensa para quem caminha pela fé. O anjo lhe disse no verso 12: – “Não machuque o menino e não lhe faça nenhum mal. Agora sei que você teme a Deus, pois não me negou o seu filho, o seu único filho”.
  20. Tudo é possível para quem tem fé verdadeira. Isso não tem a ver com tamanho, pode ser uma fé pequena. Ao pai que pediu a Jesus que libertasse seu filho, ele disse em Marcos 9:23-25 – Jesus respondeu: — Se eu posso? Tudo é possível para quem tem fé. 24 Então o pai gritou: — Eu tenho fé! Ajude-me a ter mais fé ainda! 25 Quando Jesus viu que muita gente estava se juntando ao redor dele, ordenou ao espírito mau: — Espírito surdo-mudo, saia desse menino e nunca mais entre nele!
  21. I João 5:4,5 – porque todo filho de Deus pode vencer o mundo. Assim, com a nossa fé conseguimos a vitória sobre o mundo. 5 Quem pode vencer o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus.

A história de Abraão e Isaque nos ensina que Deus está disposto a trabalhar com pecadores que demonstram ter fé Nele. Deus é sempre fiel para manter suas promessas. Porém, devemos aprender a ser pacientes, perseverantes e esperar por Deus. Muitos anos se passaram antes da terra prometida se tornar a nação de Israel. Mas a maior bênção que temos de Abraão é que um de seus descendentes foi Jesus Cristo, que trouxe a oferta de salvação para toda a humanidade.

  1. Será que temos uma fé ativa e prática como a de Abraão? Romanos 4:18-21 – Abraão teve fé e esperança, mesmo quando não havia motivo para ter esperança, e por isso ele se tornou “o pai de muitas nações”. Como dizem as Escrituras: “Os seus descendentes serão muitos.” 19 Abraão tinha quase cem anos. Mas, mesmo quando ele pensou a respeito do seu corpo, que já estava como morto, ou quando lembrou que Sara não podia ter filhos, a sua fé não enfraqueceu. 20 Abraão não perdeu a fé, nem duvidou da promessa de Deus. A sua fé o encheu de poder, e ele louvou a Deus 21 porque tinha toda a certeza de que Deus podia fazer o que havia prometido.
  2. Será que temos a mesma convicção que Paulo tinha? II Timoteo 1:12-13 – Deus me escolheu como apóstolo e mestre para anunciar o evangelho. 12 É por isso que sofro essas coisas. Mas eu ainda tenho muita confiança, pois sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar, até aquele dia, aquilo que ele me confiou.
  3. Será que temos a mesma confiança que Jó teve diante do sofrimento? Jo 19:25-27 – Pois eu sei que o meu defensor vive; no fim, ele virá me defender aqui na terra. 26 Mesmo que a minha pele seja toda comida pela doença, ainda neste corpo eu verei a Deus. 27 Eu o verei com os meus olhos; os meus olhos o verão, e ele não será um estranho para mim. E desejo tanto que isso aconteça!

Se compararmos nossa vida com a que Deus quer que vivamos… o que veríamos? Haveria uma semelhança, entre o plano de Deus e o que fazemos, ou um grande contraste? Muitas pessoas invejam a fé de Abraão; talvez porque, com um simplismo infantil, elas veem apenas o resultado que sua fé produziu, mas se esquecem de tudo o que Abraão teve que passar.

  • Não se engane: nem Abraão nem qualquer outro crente teve ou terá vida fácil. Deus pede que vivamos pela fé, o que não significa viver fora do mundo. Podemos aplicar uma fé prática de tal forma que outros possam ver os pontos mencionados acima em nós.

Efésios 3:12,13 – Por estarmos unidos com Cristo, por meio da nossa fé nele, nós temos a coragem de nos apresentarmos na presença de Deus com toda a confiança. 13 Portanto, eu lhes peço que não desanimem por causa dos meus sofrimentos por vocês, pois eles lhes trazem benefício.

  • Penso que alguém poderia olhar para os sofrimentos de Paulo, por causa do evangelho, e chegar à conclusão que ser cristão não era para qualquer um; que ser cristão é viver sob perseguição, dificuldades afins.
  • Paulo está dizendo – não olhem para os sofrimentos presentes, vejam os benefícios que a fé produz, em mim e vocês.
Logo Independencia com Cristo OFICIAL

Contribua para este ministério

Ajude-nos levar o Evangelho para mais pessoas. Deus te abençoe!

R$ 100,00

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: