Deus muda a sua história


Todos ficaram com muito medo e louvavam a Deus, dizendo: — Que grande profeta apareceu entre nós! Deus veio salvar o seu povo! Lucas 7:16.

I – O que levou Jesus até Naim?

Uma multidão seguia a Jesus, porém nem todos eram discípulos. Os discípulos eram pessoas chamadas e escolhidas por Jesus; andavam com ele, estavam dispostas a aprender seus ensinamentos; eram compromissadas com a sua missão.

  • A multidão seguia Jesus em alguns momentos, na expectativa de receber algo ou presenciar um milagre; eles apreciavam ver os milagres e maravilhas que Jesus realizava; eram atraídos pela fama de Jesus, do tipo pessoas que gostam de estar ao lado de famosos, que vão atrás de notícias para ter o que comentar.

Algumas vezes Jesus era convidado para ir a certos lugares e a multidão o seguia. Em Naim Jesus não foi convidado, ele simplesmente decidiu ir a Cidade. Há situações em que Deus age mesmo sem ter sido invocado.

  • Jesus estava em Cafarnaum quando decidiu ir para Naim. Deus vê o coração do aflito e envia o socorro nos momentos mais cruciais.  Não foi o a mulher que clamou e pediu ajuda para Jesus, foi Jesus que se ofereceu para ajudá-la.

Jesus queria ensinar algo novo para os discípulos. Em seu ministério, Jesus foi se revelando gradualmente, passo a passo, aos poucos para os discípulos:

  1. Primeiro, Jesus realizou milagres menores como transformar água em vinho, curou algumas pessoas.
  2. Com o tempo ele gradualmente revelou um poder maior, como ressuscitar o filho da viúva.
  3. Os apóstolos agiam do mesmo modo, começavam ensinando coisas simples de fácil compreensão, na medida em que as pessoas evoluíam na fé a revelação ia se tornando mais intensa. Essa é razão pela ninguém pode alegar que sabe tudo sobre Deus

Jesus não era atraído para pregar nos grandes centros, e sim pelas pessoas necessitadas que sofriam sem que alguém pudesse ajudá-las. Naim era uma vila pequena quase desconhecida, distante uns 3km de Cafarnaum onde Jesus estava.

  • Em Naim havia uma mãe chorando a morte do seu único filho. Muitas pessoas se mostraram solidarias a sua dor acompanhando o cortejo fúnebre, mas não podiam trazer seu filho de volta à vida
  • A mulher tinha uma multidão chorando ao seu lado, mas estava sozinha em sua dor. A multidão foi incapaz de consolar a mulher, por isso ela chorava angustiada.
  • O seu choro não era apenas pela morte do filho, mas pela expectativa do que o futuro lhe reservava. Ela tinha conseguido o que era sinônimo de bençãos naquele tempo, ela teve um esposo e um filho, mas agora estava sem os dois.

Para uma mulher naquela época ficar desamparada sem esposo ou filho era um grande pesadelo. Pelo fato de serem totalmente dependentes do esposo, da sua herança, promessas e sonhos, muitas mulheres ficavam sem recursos para se manter, eram discriminadas e passavam a mendigar.

  • Na Lei Moisés assegurou o direito da viúva se casar com o cunhado, irmão de seu esposo. Na prática esse direito era ignorado e no caso desta mulher é provável que não tivesse um parente próximo.
  • O seu filho era a única esperança. Sem o filho ela estava destinada a viver em sofrimento até a morte. Ele era o seu bem mais precioso, seu futuro, sua esperança, seus sonhos.

Assista a mensagem deste sermão em nosso Canal. Aproveite para comentar, curtir, compartilhar e se inscrever.

II – A atitude de Jesus em relação ao problema da mulher:

O que será que as pessoas da multidão diziam para a mulher? Há momentos em que apenas dizer palavras de consolo não é suficiente. Talvez a mulher estivesse cansada de ouvir palavras de consolos, tipo:

  • a vida é assim mesmo; todos nós morreremos um dia; não se preocupe, Deus vai cuidar de você; meus sentimentos, meus pêsames; conte comigo; chore bastante, o choro que faz bem; que Deus te console; outras pessoas já passaram pelo que você está passando; etc. Isso era o máximo que podiam dizer.

O que fazer quando alguém está prestes a enterrar seus sonhos para sempre, enquanto as pessoas a sua volta lamentam sem poder ajudar?

  • Com Jesus é diferente. Ele é direto, diz poucas palavras que ninguém na multidão ousaria dizer. Jesus não bajula, não cria falsas esperanças, não diz palavras comuns que outros dizem etc.
  • Jesus sabia o que fazer, estava em seus planos realizar o milagre diante daquela multidão.
  • Jesus não apenas consola, ele resolve o problema. Enquanto as pessoas dizem algumas palavras de consolo, Jesus tem a palavra de solução. 

Jesus tratou de consolar a mulher – não chores. Diante da multidão que chorava pela perda daquela mãe, Jesus dá uma palavra de consolo. Ele trouxe calma ao coração atribulado da mãe. Ele não perguntou seu nome, tampouco chamou a atenção da multidão. A sua presença já era o centro das atenções. Ainda hoje, Jesus enxuga as lagrimas dos que choram e traz de volta a esperança.

  • Não chores ainda com o morto que em breve verás ressuscitado. S. Beda.
  • Estou aqui, não precisa mais chorar, não sofra, ainda há esperança. Eu vou enxugar as suas lagrimas, vou trazer de volta a alegria que você perdeu.
  • – Seu desespero terminou. Eu sou a solução para você.

E difícil olhar para a solução quando o desespero toma conta. Exemplo: um soldado desesperado diante de um confronto com inimigos, se não houver calma ele pode ser eliminado. É preciso ter calma para ver e ouvir o que Deus está fazendo.

Jesus foi aonde estava o problema, a razão do choro da mulher. – Então ele chegou mais perto e tocou no caixão. E os que o estavam carregando pararam. Ele para o cortejo e detém o avanço do problema, para em seguida realizar o milagre.

  • Este milagre era algo tremendo, espantoso, sem comparação. Antes de Jesus, a última notícia sobre alguém ressuscitar dos mortos tinha sido há mais de 800 anos, quando o profeta Elias ressuscitou o filho da viúva de Sarepta e Elizeu ressuscitou o filho da sunamita e depois da sua morte um soldado depois de tocar em seus ossos.
  • O que Jesus estava para fazer era algo novo e extraordinário. Ele quebrou a tradição quando tocou no defunto. Conforme as leis cerimonias dos judeus quem tocasse um cadáver ficaria impuro por um período.
    • Jesus tocou no intocável, mostrando que ele está acima das regras humanas e que pode purificar o impuro, fazer o que é humanamente impossível.
  • Os que levavam o corpo pararam. Sempre tem alguém que leva o morto. Fazendo uma analogia, diria que há sempre alguém para sepultar teus sonhos.

III – As palavras de Jesus trouxeram solução imediata

Jesus liberou uma palavra de milagre para uma questão que não podia ser resolvida naturalmente. Talvez algumas pessoas tenham se dirigido até o corpo do rapaz para dizer algumas palavras, mas penso que ninguém teve a ousadia de dizer o que Jesus falou – moco, eu ordeno a você: Levante-se!

  • As palavras de Jesus chegam à dimensão onde estava o espírito, a vida, do rapaz e o traz de volta.

Jesus falou com o jovem como quem estava vivo e não morto. Jesus não disse “ressuscita, volte a vida etc.”. Ele disse – levanta-te, como se o rapaz estivesse dormindo. E assim que ele vê os problemas que enfrentamos.

  • O que para você é o fim, para Jesus é apenas um processo, um tempo que logo terminará trazendo novos aprendizados e vitórias para a tua vida.
  • Na casa de Jairo, diante da multidão na casa de Jairo, Marcos 5:39 – Então ele disse: — Por que tanto choro e tanta confusão? A menina não morreu; ela está dormindo.
  • Jesus mostrou o seu poder diante das impossibilidades humana. Nenhum problema está acima da palavra de Deus. Nem mesmo a morte tem poder para decretar o fim daquele a quem Deus deseja abençoar.

O que parecia ser o fim, marcou um recomeço na vida daquela mulher e seu filho. O rapaz se levantou e começou a falar, então Jesus pessoalmente o entregou a sua mãe que minutos atrás estava chorando.

  • Imagine a cena de uma pessoa chorando desesperadamente porque perdeu algo muito importante, de repente alguém chega trazendo o que ela perdeu e a devolve.
  • Você crê que Deus pode devolver o que você perdeu? Ele pode restituir o que você perdeu.

IV – O milagre trouxe grande repercussão na vida da mulher e seu filho.

O menino estava de volta à vida com a sua mãe. Qualquer problema, por mais difícil ou impossível que seja, nas mãos de Jesus tem solução. Quando colocamos os problemas nas mãos de Jesus, ele nos devolve solucionado.

Uma lição importante nesta passagem: os que choram com você, também se alegrarão contigo. As primeiras pessoas que participaram da alegria da mulher e seu filho foram aquelas que anteriormente estavam chorando com ela.

  • Algumas pessoas estão com você, choram com você e mesmo que não possam ajudar não te desamparam nos piores momentos. Elas serão as primeiras pessoas a se alegrar contigo quando o milagre acontecer.

O que Jesus faz vira notícia, não dá para esconder. A notícia do milagre se estendeu por toda a região. As pessoas glorificaram a Deus e reconheceram que estavam diante de um profeta, um enviado de Deus.

  • Uma história trágica que acabaria com o sepultamento do rapaz, foi reescrita por Jesus e se tornou uma grande notícia em toda a região.
  • Jesus mudou a vida daquela mulher: o choro se converteu em alegria; a morte deu lugar a vida; o fim abriu a porta para um recomeço.
  • Jesus estava dizendo: – pegue de volta o seu filho, volte para casa e seja feliz – não chores mais.

Jesus surge na hora certa. Ele não adianta ou atrasa. Quando ficamos desesperados diante das circunstâncias e não enxergamos soluções, ele mostra que existe solução. Quando as irmãs de Lázaro acharam que tudo tinha acabado, 4 dias depois Jesus apareceu e realizou o milagre.

  • Jesus compreende você e vê tuas lagrimas. Jesus foi até a mulher sem que ela tivesse dito qualquer palavra. Toda angústia que a mulher sentia foi visto por Jesus através das suas lagrimas.

Jesus mostrou a todos que milagres acontecem. A multidão que saiu da cidade e seguia a mulher chorando pelo seu sofrimento, voltou com a mulher alegre dando glórias a Deus.

  • Eu penso que muitas pessoas que estavam ali se pudessem resolveriam o problema da mulher, mas a verdade e quem ninguém podia fazer mais do que consolar. Jesus é o único capaz de fazer milagres.
Logo Independencia com Cristo OFICIAL

Contribua para este ministério

Ajude-nos a levar o evangelho para mais pessoas. Deus te abençoe!

R$ 100,00

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: